segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Dos vivos sabemos

Mas como matar fantasmas?
A frieira quente que come os dedos...

Como matar fantasmas...
O medo que
..pula
Na esquina ou no andor

e do mesmo céu
das mesmas estrelas


...
ninguém entende os fantasmas
Esquecem que vem da flor
Antes do espinho...
Planta criada à des-razão
Raiz de peito,
mas

ninguém entende os fantasmas
mesmo.
Ula
o Pulo

bola pra frente
e as pegadas no sumiço


...(Michel Costa)

Nenhum comentário: