sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Pele literal


Poema Sexo
Olhar tua pele
E escrever com a língua
as linhas do arrepio
.
Olhar-te o monte
e cavar
com dentes
curvas de fome
.
descer
equatorial
dividindo em duas
tuas (e minhas) vontades
.
.
(...respira...)
.
.
Quero abrir pro meu mundo
Teu vale, tua lava
Queimar, queimar
Até amanhecer(de novo)
Cinza em teus braços...
.
........Michel Costa
*************************************
Poema Afobiado
.
É na crina dos instintos
Que me agarro descabelado
.
Na esquina dos sentidos
De suor e espasmos
.
Coração a galope
que corre sem chegar
.
A tensão da espera
que não venha o findar
.
Pele curtida na língua
E no suor
.
Crepúsculo de meu Eu
Que desabe sobre ti,
Cama de desejos
.
....Michel Costa
*****************************
Agógica
.
queria fazer música...
tuas curvas em glissando
tocando com dedos arqueados
A respiração agógica
de dois corpos em sinfonia
.
........Michel Costa

8 comentários:

LAU SIQUEIRA disse...

Imagens cheias de delicadeza. Maravilha, poeta! Teus poemas estão mais pro sensual que pro erótico... parabéns.

Márcia Leite disse...

Que maravilha, de tirar o fôlego e provocar o sentidos! Mui belos!

Quem sou eu? disse...

Encantada de sua delicadeza.

Abraço!

Maria Juliana disse...

Gostoso!

criticaparaibana disse...

Muito bom, Michel. É uma carnalidade - barragem quando estoura.
Eu sei o que é isso...

dazynha disse...

Muito bom, tal 'escrito'' provém , por certo; de um poeta q gosta de revelar seus '' desejos''e devaneios eróticos rsrsrs...mas é isso , ai! esse poema nos leva a pensar q é isso mesmo...q vc disse.

Clarissa Marinho disse...

Um erotismo sutil,que respira através das palavras.Gostei desses!
;)

Aldenor Souza disse...

Diga lá, amigo Letreiro! Adivinha quem vai começar a acompanhá-lo aqui no seu blog? Sim! Seu amigo Dodô! Olha só, adorei o "Poema Sexo" Imagens fortes que saltam aos olhos... A pintura ajuda e muito nessa visualização!

Abração!