quarta-feira, 9 de março de 2011

Miolo de pote

Minha sobrinha é manoelesca. Sem saber ler me escreve nos nossos olhos. Tentei criar uma história com ela, mas é muito agudo pra ser crônica.... essa "as pessoas"...



Ernie chorava periquitos
E da sua boca
caíram dois dentes

Ela queria amigos
e ganhou formigas


(-não, assim não)


Zernie chorava na cadeira
E das águas brotei periquitos
Com dentes subindo a parede


(-é quase, é Ernies)


Ernies é doida!
Não sabe se chora
Ou se borboleta.
Fica presa na laranja
E não sai arco-íris


(-e as formigas?
elas são dançadoras!!!)


É festa de sono,
Vamos dormir?



M.C.
L.za

2 comentários:

Maria Juliana Linhares disse...

É porque "as pessoas" que sabem fazer poemas surreais são só as meninas de cinco anos que dançam ballet, assitem seriado e têm titios chamados xel.kkkkkkkkkkkk

George Martins disse...

surreal?

acho q nao!!!
kkkk

massa, massa, massa!